Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

« Julho 2014 »
Julho
SeTeQuQuSeSaDo
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
 
» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2011 Dezembro Governo retomará projeto de distribuição de sopa na capital
13/03/2012 - 09h00m

Governo retomará projeto de distribuição de sopa na capital

Alimento será destinado a 65 instituições que atendem a famílias em situação de vulnerabilidade social

Governo retomará projeto de distribuição de sopa na capital

Amanda Duarte e Emília Bezerra

A Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) retomará, ainda neste mês, as ações do projeto de distribuição de sopa para famílias carentes de Maceió. O retorno das atividades foi confirmado nesta semana, durante reunião entre representantes da Secretaria e do Serviço de Promoção do Bem-Estar Comunitário (Soprobem), além de líderes de instituições beneficiadas pelo projeto.

Coordenado pela Seades, o Projeto de Segurança Alimentar e Nutricional Para Comunidades do Município de Maceió em Situação de Extrema Vulnerabilidade Social fornecerá diariamente quatro mil litros de sopa a 65 instituições que atendem à população carente da capital.

A produção do alimento continuará acontecendo na fábrica de sopa do Soprobem com o devido acompanhamento de nutricionistas e outros técnicos que garantirão a qualidade do produto. Depois de pronto, o “sopão” será levado às associações comunitárias e outras instituições beneficiadas pelo projeto. Essas, por sua vez, distribuirão o alimento entre famílias em situação de vulnerabilidade social.

Leonice Cardoso, responsável pelo Instituto Bondade, localizado no bairro do Bebedouro, considera que a retomada do projeto é uma vitória contra a insegurança alimentar. “Para muitas pessoas, a sopa fornecida pelo Estado é a refeição principal do dia. O ‘sopão’ ajuda a minimizar a fome de muita gente e a sua volta é muito bem-vinda pelos beneficiários do nosso bairro”, afirma.

Os recursos que financiam o projeto de segurança alimentar são provenientes do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). Segundo o secretário Marcelo Palmeira, o financiamento estadual dessa e de outras ações demonstra a preocupação do Governo com o direito humano à alimentação adequada.

“O combate à fome é uma prioridade para o Estado. Felizmente, temos alcançado bons resultados a partir das ações de projetos como esse, que leva sopa diariamente aos maceioenses. A distribuição de cestas nutricionais a gestantes dos 102 municípios é outra ação que merece destaque, pois leva segurança alimentar às mães e combate a mortalidade infantil”, observou Palmeira.


Segurança alimentar

O trabalho desenvolvido pela Seades com o objetivo de garantir a segurança alimentar e nutricional da população alagoana se estende aos municípios vitimados pelas enchentes em 2010 e 2011. As cozinhas emergenciais foram responsáveis pelo fornecimento de cerca de 18 mil refeições diárias às famílias em situação de vulnerabilidade social, além das cestas básicas que continuam sendo distribuídas entre a população, mesmo após a entrega das casas pelo Governo do Estado.

Um convênio assinado com a Caixa Econômica Federal e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) também garantiu a entrega, até o final deste ano, do Restaurante Popular do Benedito Bentes e do 1º Banco de Alimentos do Estado – que funcionará junto à Central de Abastecimento de Alagoas (Ceasa).

“O objetivo principal do Banco de Alimentos é combater o desperdício através da arrecadação de alimentos. Serão captados produtos que perderam o valor comercial, mas que permanecem próprios para consumo”, destaca o gestor da Seades.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3

capacita-suas.jpg

banner_suas.png

banner_mds.png

Relatório Trimestral
cras

disque_idoso

cestas nutricionais