Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

« Setembro 2017 »
Setembro
SeTeQuQuSeSaDo
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

diarioOficial (1).jpg

facebook-icon.png    twitter-icon.png

YouTube_Play.png    flickr.png

 
» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 Setembro Governo de Alagoas lança programa Criança Feliz em Junqueiro
05/09/2017 - 20h05m

Governo de Alagoas lança programa Criança Feliz em Junqueiro

Atendimento do Criança Feliz será feito periodicamente nas residências de 150 famílias junqueirenses

Governo de Alagoas lança programa Criança Feliz em Junqueiro

Ação visa fortalecer os vínculos familiares e comunitários e estimular o desenvolvimento infantil (Foto: Renata Bello)

Texto de Renata Bello

Com objetivo de fortalecer os vínculos familiares e comunitários e estimular o desenvolvimento infantil, por meio de visitas domiciliares, a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) lançou, nesta terça-feira (5), o Programa Criança Feliz na cidade de Junqueiro, Zona da Mata alagoana.

O atendimento do Criança Feliz será feito periodicamente nas residências das famílias cadastradas no Bolsa Família, público prioritário do programa. Em todo o país, 80 mil especialistas serão designados para fornecer acompanhamento médico, psicológico e pedagógico aos beneficiários.

Segundo a secretária de Assistência Social de Junqueiro, Silvana Pereira, no município serão 150 famílias acompanhadas por visitadores, que orientarão os pais sobre os cuidados básicos com as crianças, como alimentação, vacinação e higiene.

“Em Junqueiro temos 46 povoados, por isso foi preciso fazer um processo seletivo para poder abranger todas as areas da nossa cidade. Como somos considerados municípios de pequeno porte 2, tivemos a oportunidade de beneficiar 150 famílias do grupo prioritário do Programa Criança Feliz”, disse.

Durante a abertura do evento, a secretária executiva da Seades, Morgana Tavares, ressaltou o que o programa é uma ação complementar para aquelas famílias que recebem o Bolsa Família e vem para priorizar a vida das crianças.

“É comprovado que o período chamado de primeira infância é considerado vital para o desenvolvimento das funções cognitivas. Então, o programa vem para suprir a carência das famílias que, muitas vezes, precisam trabalhar fora para prover o sustento da família e não consegue desenvolver as funções de cuidado adequadamente”, disse a secretária.

 
Ações do documento