Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

« Outubro 2018 »
Outubro
SeTeQuQuSeSaDo
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

diarioOficial (1).jpg

facebook-icon.png    twitter-icon.png

YouTube_Play.png    flickr.png

 
» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2018 Abril Seades promove oficina de alinhamento com novos municípios
03/04/2018 - 14h17m

Seades promove oficina de alinhamento com novos municípios

Estado passa a contar com 97% de adesão ao programa federal

Seades promove oficina de alinhamento com novos municípios

Entre os critérios para aderir ao programa, o município deve ter, no mínimo, 140 pessoas do público prioritário (Foto: Renata Bello)

Texto de Renata Bello

A Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) convocou, nesta semana, os 14 novos municípios que integram as ações do Programa Criança Feliz para uma oficina de alinhamento das diretrizes do programa federal que, em Alagoas, completou um ano em março.

Durante o encontro, na sede da secretaria, os secretários municipais e gestores do programa conheceram, por meio da consultora nacional do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Luizélia Souza, os principais objetivos das visitas domiciliares e como as ações vem sendo executadas nos demais municípios, Atualmente, 97% dos municípios alagoanos estão inseridos no Criança Feliz.

A coordenadora estadual do programa Criança Feliz, Kaliny Keyse, parabenizou os gestores pelo compromisso assumido em prol da primeira infância no Estado. “Estamos executando as visitas domiciliares em todas as regiões de Alagoas, graças ao empenho de gestores, visitadores e coordenadores do Criança Feliz, que aceitaram este desafio de transformar a realidade de milhares de gestantes e crianças em situação de vulnerabilidade social”, disse.

O novo prazo para adesão ao programa está aberto até o dia 30 de junho. Para formalizar o interesse, o gestor da assistência social deve acessar o sistema da Rede Suas, com seu CPF e senha, preencher o Termo de Adesão ao programa Criança Feliz e encaminhá-lo para aprovação do Conselho Municipal de Assistência Social. A prefeitura deverá ainda encaminhar ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) um diagnóstico regional e um plano de ação do município delineando como serão realizadas as visitas domiciliares. 

Podem integrar o programa, os municípios que tenham ao menos um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) com registro no Cadastro Nacional do Sistema Único de Assistência Social (CadSuas) e, no mínimo, 140 pessoas do público prioritário do programa.

Programa Criança Feliz

Instituído pelo decreto n° 8.869 de 5 de outubro de 2016, o Programa Criança, com caráter intersetorial, foi criado para diminuir essa vulnerabilidade e promover o desenvolvimento integral  das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida.

Ações do documento