Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 Maio Com recursos do Fecoep, mais uma escola em tempo integral será construída em Maceió
13/05/2019 - 12h05m

Com recursos do Fecoep, mais uma escola em tempo integral será construída em Maceió

Seades viabilizou cerca de R$ 2 milhões para nova unidade de ensino no bairro do vergel

Com recursos do Fecoep, mais uma escola em tempo integral será construída em Maceió

Por Fabíola Aguiar

 

Foi aprovado na sexta-feira (10), por meio de uma sessão do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), o valor de R$ 2 milhões para a construção da Escola Integral Irmã Blandina, da Associação Espírita Nosso Lar, no bairro Vergel em Maceió.

Essa era uma antiga reivindicação da comunidade, por isso a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) teve a iniciativa de colocar o assunto na pauta na reunião do Fecoep, com o objetivo de atender as famílias locais com a oferta de ensino infantil e básico, trabalhando a inclusão social e produtiva por meio da educação, fator essencial para o crescimento da comunidade.

A Associação Comunidade Espírita Nosso Lar iniciou suas atividades em junho de 1995, mas somente em 2009, passou a existir juridicamente nos termos do seu Estatuto. Trata-se de uma organização religiosa, dotada de personalidade jurídica de Direito Privado, sem fins lucrativos, não havendo qualquer distribuição de lucros, dividendos ou pró-labore. Atualmente, seis colaboradores trabalham de forma remunerada para manutenção da Casa, os demais são todos voluntários da instituição.

Segundo o secretário da pasta João Lessa, ter a oportunidade de colaborar com a vialibização desse valor é de extrema importância, uma vez que trata-se um trabalho de excelente qualidade realizado há mais de 20 anos.

 “É papel da Seades contribuir para que ações como essas possam encontrar apoio necessário para continuar ajudando centenas de pessoas. Sabemos que, o que é feito por lá, já é referência de idoneidade, educação e amor ao próximo. E não poderíamos ficar de fora. Agora, é levar o projeto para apreciação do Conselho Estadual de Assistência Social para que possamos efetivar essa ação”, afirmou João Lessa.

 

 

 

 

 

Ações do documento