Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 Dezembro 2020: desafios da Covid-19 foram enfrentados com trabalho contínuo da Assistência Social do estado
23/12/2020 - 14h20m

2020: desafios da Covid-19 foram enfrentados com trabalho contínuo da Assistência Social do estado

Ao longo de todo o ano, a Seades realizou diferentes ações, que colaboraram para diminuir os impactos da pandemia na população em situação de vulnerabilidade e risco social

2020: desafios da Covid-19 foram enfrentados com trabalho contínuo da Assistência Social do estado

Texto de Karina Lima Moraes

 

O trabalho contínuo da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) colaborou para diminuir os impactos da pandemia da Covid-19 na população em situação de vulnerabilidade e risco social de Alagoas. Durante o ano de 2020, distintas ações foram efetivadas com o objetivo de assistir os grupos para os quais a Política de Assistência Social está voltada.

Mesmo antes do surto do novo coronavírus, já em janeiro, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), foram executadas capacitações do Programa Criança Alagoana (CRIA) nas nove regiões de Alagoas. Realizaram-se também as capacitações periódicas do Programa Criança Feliz (PCF), com vista ao conhecimento do método Cuidado para o Desenvolvimento da Criança (CDC).

Quando a pandemia da Covid-19 exigiu um reajuste das diferentes esferas da sociedade, as ações de assistência e acolhimento intensificaram-se e se renovaram. Desde a segurança alimentar ao cofinanciamento de novos tipos de equipamentos socioassistenciais, a Assistência Social do estado se fez presente e atuou tanto em ações cartoriais como no atendimento direto à população mais vulnerável.

De março a setembro, o Restaurante Popular Prato Cheio fez a entrega diária de mil quentinhas a acampamentos, projetos sociais e abrigos provisórios. Nos meses de abril e maio, foram distribuídas 200 mil cestas básicas do governo do estado entre os 102 municípios alagoanos para as famílias em situação de extrema pobreza inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). 

Em junho, julho e agosto, distribuíram-se máscaras de tecido à Comunidade Portelinha, no bairro Cidade Universitária; à Casa de Ranquines, que abriga a população em situação de rua; a movimentos sociais, situados no Village Campestre e no Centro de Maceió, e ao Centro Pop do município de Arapiraca. As máscaras de tecido são um dos resultados do curso de bordado e renda, subsidiado pela Seades, do Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN).

Busca ativa por possíveis infectados com o novo coronavírus foi realizada em agosto, setembro e outubro nas instituições sociais que atendem à população em situação de rua de diferentes municípios alagoanos. Para isso, realizaram-se 5 mil testes do método RT-LAMP, cujos kits são o resultado da parceria público-privada firmada entre a Seades e a Fundação Itaú para a instalação do Centro de Acolhimento e Isolamento Social (CAIS) em Alagoas.

Do CAIS, diversos frutos puderam ser colhidos. Itens do acervo pessoal e coletivo entregues a abrigos, unidades de internação, casas de passagem, serviços socioassistenciais da capital e do interior do estado. Entre o material, encontram-se camas, colchões, travesseiros, máquina de lavar roupa, artigos de EPI’s, bebedouros e extintores de incêndio. 

A orientação e o acompanhamento se fizeram contínuos e reiterados: durante os meses de pandemia, ocorreram reuniões virtuais constantes com as equipes municipais de assistência social de diferentes equipamentos e programas; e foi produzido o modelo de documento da construção do “Plano de Contingência da Assistência Social para o Enfrentamento à Covid-19” dos municípios alagoanos.

As pessoas com deficiência e os idosos também receberam assistência governamental. Em Portaria Conjunta com a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), a Carteira de Passe Livre Intermunicipal e o Cartão do Idoso tiveram seu prazo de validade estendido em até 60 dias após o retorno do atendimento presencial dos órgãos públicos.

Os cuidados com a Primeira Infância se fizeram presentes durante o ano. A equipe estadual do Programa Criança Feliz (PCF) elaborou a cartilha “Método CDC em Todos os Tempos” para orientar as equipes municipais do PCF na aplicação mais eficiente dos princípios do Programa. Os exemplares foram distribuídos a todos os municípios onde o PCF se faz presente. A equipe do estado também participou do III Seminário Internacional “A Qualificação das Ações do Programa Criança Feliz e o Impacto nas Políticas de Atendimento à Primeira Infância”.

Em dezembro, foram realizadas duas novas ações de impacto muito positivo: novo restaurante popular do estado será implantado na capital alagoana, e dois tipos de equipamento socioassistenciais - Centro Pops e Residência Inclusiva - receberão cofinanciamento estadual. Essas iniciativas irão reafirmar a assistência à população em situação de risco social e insegurança alimentar em 2021. Além destas ações, projetos fomentados ao longo deste ano trarão frutos de distintas ordens à população de Alagoas.

Os desafios de 2020 exigiram reafirmação e renovação da Assistência Social. A Seades ratificou o seu papel como órgão do estado capaz de cumprir e superar as demandas que assistência e desenvolvimento social exigem.

Ações do documento