Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 Maio Técnica de Referência Estadual do CREAS realizou 12 reuniões remotas com representantes de 91 municípios alagoanos
22/05/2020 - 12h20m

Técnica de Referência Estadual do CREAS realizou 12 reuniões remotas com representantes de 91 municípios alagoanos

Nos meses de abril e maio, foram repassadas informações sobre a Assistência Social às equipes de referência dos CREAS municipais

Técnica de Referência Estadual do CREAS realizou 12 reuniões remotas com representantes de 91 municípios alagoanos

Texto de Karina Lima Moraes

 

A Técnica de Referência Estadual, do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) - Maria Santos Brasil -, com colaboração da estagiária Joniana Batinga e participação da Técnica de Referência Estadual do PETI - Marluce Pereira -, realizou 12 reuniões remotas com 91 municípios do estado. Nos meses de abril e maio, foram repassadas informações sobre a Assistência Social às equipes de referência dos CREAS municipais.

As principais pauta discutidas foram a portaria 54/2020 e a nota técnica 07/2020, que tratam das recomendações gerais aos gestores e trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), para a garantia da oferta dos serviços e programas socioassistenciais com medidas que certifiquem a segurança e a saúde de usuários e profissionais.

Também foram repassadas orientações acerca do Relatório Mensal de Atendimento (RMA);  da realização da Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes - 18 de Maio -, no contexto da pandemia da Covid -19; do  Relatório de Cumprimento de Objeto; do registro das atividades remotas; das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC). 

Participaram das Reuniões representantes das equipes técnicas de referência dos municípios de Anadia, Arapiraca, Atalaia, Barra de Santo Antônio, Barra de São Miguel, Batalha, Belém, Boca da Mata, Cacimbinhas, Chã Preta, Cajueiro, Campestre, Campo Alegre, Canapi, Capela, Carneiros, Coité do Nóia, Colônia Leopoldina, Coqueiro Seco, Coruripe, Craíbas, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Feira Grande, Feliz Deserto, Flexeiras, Girau do Ponciano, Ibateguara, Igaci, Igreja Nova, Inhapi, Jacaré dos Homens, Jacuípe, Japaratinga, Jaramataia, Jequiá da Praia, Joaquim Gomes, Jundiá, Junqueiro, Lagoa da Canoa, Limoeiro de Anadia, Major Izidoro, Maragogi, Maravilha, Marechal Deodoro, Maribondo, Mata Grande, Matriz de Camaragibe, Messias, Monteirópolis e Murici.

Também estiveram presentes os municípios de Novo Lino, Olho d’Água do Casado, Olho d’Água das Flores, Olho d’Água Grande, Olivença, Ouro Branco,  Palestina, Palmeiras dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Passo de Camaragibe, Paulo Jacinto, Penedo, Piaçabuçu,  Pilar Piranhas, Poço das Trincheiras, Porto Calvo, Porto de Pedras, Porto Real do Colégio, Quebrangulo, Rio Largo, Roteiro, Santana do Ipanema, Santana do Mundaú, São José da Laje, São José da Tapera, São Luís do Quitunde, São Miguel dos Campos, São Miguel dos Milagres, São Sebastião, Satuba, Senador Rui Palmeiras, Tanque d’Arca, Taquarana, Teotônio Vilela, União dos Palmares e Viçosa.

“Queremos parabenizar a todos e todas profissionais da Assistência Social pelo trabalho desenvolvido em prol da população, neste momento tão difícil de isolamento social durante a pandemia da COVD-19. É uma fase muito nova para todos nós, que estamos nos ajustando e reinventando nosso fazer profissional, reafirmando, assim, o nosso compromisso com a população e com a Política de Assistência Social, para que os serviços socioassistenciais, os benefícios e os programas sejam acessados por aqueles que estão em situação de vulnerabilidade e risco social”, pondera Maria Santos Brasil, Assistente Social e Técnica de Referência Estadual dos CREAS/GPSE/SEADES. 

O CREAS é uma unidade pública estatal que tem como local de referência da oferta de trabalho social com famílias e indivíduos em situação de risco social e pessoal por violação de direitos. No estado de Alagoas, há 93 municípios que possuem este equipamento social.

Ações do documento