Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2020 Setembro Seades participa de articulação para desocupação de antigo prédio da Controladoria-Geral do Estado
09/09/2020 - 10h20m

Seades participa de articulação para desocupação de antigo prédio da Controladoria-Geral do Estado

População em situação de vulnerabilidade e risco social deve ser encaminhada a abrigos públicos provisórios

Seades participa de articulação para desocupação de antigo prédio da Controladoria-Geral do Estado

Texto de Karina Lima Moraes

 

As negociações para a desocupação do antigo prédio da Controladoria-Geral do Estado (CGE) continuam. Ocupado por população em situação de vulnerabilidade e risco social, o prédio, localizado na Praça dos Martírios, foi condenado pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros do estado. Nas próximas semanas, novas negociações serão feitas para a retirada e o encaminhamento dos ocupantes a abrigos públicos provisórios.

As primeiras articulações foram realizadas na sexta-feira (4) e contaram com a presença de movimentos sociais e órgãos competentes. Entre eles: o Gabinete Civil do Estado, o Gerenciamento de Crise do Estado, a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), a Casa de Ranquines, a Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL) e o Movimento Nacional da População em Situação de Rua (MNPR).

A Seades participou das primeiras articulações de retirada da população e estará presente nas próximas reuniões para a definição dos prazos de desocupação. Estiveram nas negociações a Técnica de Referência dos Centros Pop do estado, Isarelle Damasceno, e a Gerente da Proteção Social Especial, Deirise Salgueiro. 

Isarelle Damasceno explica a importância desta participação. “A Seades foi convidada pela articulação social do Palácio do Governo a participar dessa negociação e a definir a melhor forma para a desocupação do prédio, uma vez que há pessoas em situação de vulnerabilidade social ocupando o local. É importante articular a retirada de modo pacífico e estabelecer a melhor maneira de abrigá-los neste período de pandemia”.

Os ocupantes recebem, desde o início da quarentena, quentinhas produzidas pelo Restaurante Popular Prato Cheio, equipamento da Seades. Além de distribuir refeições diárias, a Seades, por meio das equipes de enfermagem do Centro de Acolhimento e Isolamento Social (CAIS), procedeu à testagem da COVID-19 em todo o público presente no edifício. A partir dos resultados, os infectados com o novo coronavírus devem ser encaminhados ao CAIS para o cumprimento dos 14 dias de isolamento.

Ações do documento